Os Princípios de confiança

A Thomson Reuters está empenhada em defender os Princípios de confiança e em preservar a sua independência, integridade e imparcialidade na recolha e divulgação de informações e notícias.

Princípios de confiança – a história

Os Princípios de confiança foram criados em 1941, durante a Segunda Guerra Mundial, a partir de um acordo entre a Newspaper Publishers Association (Associação de Editores de Jornais) e os acionistas da Reuters. Os Princípios impunham obrigações à Reuters e aos respetivos funcionários para agirem sempre com integridade, independência e imparcialidade, ajudando-os na realização das tarefas difíceis e delicadas com que eram confrontados.

Os acionistas e os diretores da Reuters estavam determinados em proteger e preservar os Princípios de confiança estabelecidos em 1941 quando a Reuters se tornou numa empresa de capital aberto na Bolsa de Londres e Nasdaq. Adotou-se uma estrutura única para atingir este objetivo. Criou-se uma nova empresa denominada “Reuters Founders Share Company Limited”, cujo propósito era deter uma “participação dos fundadores” na Reuters.

Os documentos de estatuto da Thomson Reuters Corporation requerem que os diretores da Thomson Reuters, no desempenho das suas funções, tenham em consideração os Princípios de confiança, assegurando o bom exercício das suas competências e de acordo com as suas outras funções enquanto diretores.

Os Princípios de confiança são:

  1. A Reuters não poderá, em momento algum, passar para as mãos de qualquer interesse, grupo ou fação;
  2. Que a integridade, a independência e a imparcialidade da Thomson Reuters sejam sempre totalmente preservadas;
  3. A Reuters deverá fornecer serviços de notícias imparciais e confiáveis a jornais, agências de notícias, emissoras e outros subscritores de meios de comunicação, assim como a empresas, governos, instituições, pessoas singulares e outros com quem a Thomson Reuters tenha ou possa vir a ter contratos;
  4. A Thomson Reuters deverá ter em devida consideração os muitos interesses que servem para além dos meios de comunicação social; e
  5. Nenhum esforço deverá ser poupado para expandir, desenvolver e adaptar as notícias e outros serviços e produtos, de modo a manter a sua posição de liderança no mercado da informação e das notícias internacionais

A Thomson Reuters Founders Share Company foi fundada em 1984 quando a Reuters se tornou uma empresa de capital aberto. Os diretores da Thomson Reuters Founders Share Company têm o dever de assegurar, na medida do possível, o cumprimento dos Princípios de confiança.

Os diretores da Thomson Reuters Founders Share Company são pessoas experientes e eminentes do mundo da política, diplomacia, meios de comunicação, serviço público e negócios. Os diretores são selecionados por um comité de nomeação e propostos ao conselho de administração da Thomson Reuters Founders Share Company para nomeação. O comité de nomeação também tem características únicas. Dois dos seus membros são juízes do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos que ajudam a verificar a adequação dos candidatos. O conselho de administração da Thomson Reuters tem dois representantes no comité e o conselho de administração da Thomson Reuters Founders Share Company tem cinco representantes, incluindo o seu presidente. Os outros membros são representantes das associações de imprensa do Reino Unido, Austrália e Nova Zelândia.

O número de diretores tem de ser, no mínimo, 14 e, no máximo, 18. Os diretores têm um mínimo de duas reuniões por ano e recebem relatórios sobre as nossas atividades nas diferentes áreas em que atuamos. Os diretores reúnem-se com o conselho de administração da Thomson Reuters e com os representantes dos quadros superiores. Através do presidente da Thomson Reuters Founders Share Company, é mantido contato regular com a nossa empresa. A relação é de confiança.

Independência da Thomson Reuters

Os clientes em todo o mundo dependem de nós para que forneçamos informações e notícias confiáveis e objetivas.

Isto significa que temos uma especial necessidade de assegurar a nossa independência e integridade e evitar qualquer parcialidade que possa surgir do controle por parte de pessoas ou interesses específicos.

Os Princípios de confiança da Thomson Reuters foram adotados em 1941 e incluem a preservação da integridade, a confiabilidade de notícias, o desenvolvimento do negócio de notícias e os princípios relacionados.

Atualmente, estes princípios são fundamentais para toda a nossa empresa.

Como podemos ajudá-lo?

Saiba de que forma os serviços e produtos da Reuters podem ajudá-lo a fornecer notícias de última hora em tempo real e conteúdo multimédia premiado ao seu público.